AMP

Provavelmente você já se perguntou: o que é AMP?

É claro que se você não é da área tecnológica, realmente não vai fazer a mínima ideia, mas não é tão complicado assim.

AMP é a sigla em inglês para Accelerated Mobile Pages, que traduzindo significa Páginas Móveis Aceleradas, ou Páginas Aceleradas para Dispositivos Móveis.

Ou seja, se trata de uma ferramenta do Google para carregar as páginas de um site rapidamente em dispositivos móveis.

Mas qual é o objetivo? Para que serve essa ferramenta?

É justamente isso que vamos mostrar aqui, e com certeza, da próxima vez que ouvir a sigla já vai saber.

O que é AMP?

Antes de entender o que é, vamos entender por que o Google criou essa ferramenta.

Veja essa situação:

Você está pesquisando algo no seu smartphone, mas o site demora muito para carregar. Provavelmente, você vai consultar outro site.

Só para você saber, alguns estudos mostraram a impaciência dos internautas: 57% das pessoas sairiam de um site que demora mais do que 10 segundos para carregar. E 80% delas nunca mais o acessariam novamente.

E por isso o Google resolveu investir para tentar melhorar a experiência do usuário durante suas pesquisas em dispositivos móveis e para resolver esse problema de rapidez de carregamento.

Assim, quem usa AMP reduz bastante as taxas de desistências de visitas em sites, pois o usuário consegue navegar facilmente no site, o que aumenta as chances de voltar.

Para você saber se um site usa a ferramenta, basta prestar atenção a uma bolinha com um pequeno raio dentro.

E quando você clica, já carrega uma imagem com o nome do site e o conteúdo.

Veja também: O que é WordPress e como funciona.

Como funciona o AMP?

AMP e velocidade de sites

Agora que você já entendeu o que é AMP, saiba que o objetivo dessa ferramenta não tem a ver somente com a rapidez de carregamento dos sites, mas permite também melhorar a compatibilidade com os smartphones e tablets.

É uma tecnologia que torna a visualização da página mais leve e rápida, e geralmente só aparece o que é mais importante no site: título, resumo, texto e imagens.

Para isso, é composta de 3 partes:

  • AMP HTML: é um código HTML com algumas restrições e extensões;
  • AMP Javascript: permite a rapidez de carregamento do site;
  • Google AMP Cache: exibe páginas AMP HTML em cache nos servidores do Google.

Essas três partes trabalham em conjunto para acelerar o carregamento das páginas.

Por exemplo, um link em AMP captura rapidamente as informações do servidor que hospeda o conteúdo, e assim, o usuário pode começar a ler mesmo antes da página estar totalmente carregada.

Isso acontece porque a interface já está pronta, não precisando carregar itens não tão fundamentais assim.

Caso você ainda esteja confuso se o AMP vale ou não a pena, confira a seguir os principais benefícios.

Quais os principais benefícios

Então, separamos aqui os principais benefícios da ferramenta:

  • Carregamento quase que instantâneo das páginas;
  • Ter acesso a conteúdos rapidamente em todas as plataformas e apps;
  • Maiores taxas de conversão;
  • O formato é facilmente compreendido pelos motores de busca;
  • Reduz o tempo de espera.

Vamos supor que você tenha um site que não use essa tecnologia. As páginas demoram a carregar no celular e quando isso acontece, é bem provável que seu potencial cliente desista e vá para o seu concorrente.

Na verdade, a principal vantagem é proporcionar a melhor experiência possível ao usuário no momento que estão navegando no celular.

E ao melhorar a navegabilidade, a tendência é que seu site ocupe as primeiras posições no Google.

Conseguiu perceber como é importante para fidelizar clientes e gerar mais vendas?

Espero que o artigo tenha te ajudado a entender o que é o AMP.

1 Comentário

Quer aprender passo a passo a desenvolver sites profissionais?

Veja nossas vídeo-aulas do extremo básico ao profissional avançado!