Instalação

Gutenberg

Se você usa WordPress, já utiliza ou ao menos, já ouviu falar em Gutenberg.

Talvez, você já está acostumado a escrever com o editor clássico e esteja um pouco confuso sobre os reais ganhos do uso do novo editor. O editor clássico, que é similar a um editor de texto padrão, proporciona uma experiência agradável para usuários antigos da plataforma. No entanto, como tudo evolui, e a maneira com a qual nós escrevemos conteúdo também.

Em poucas palavras, Gutenberg é um editor padrão da plataforma WordPress.

Este editor mudou como nós criamos e editamos conteúdo para nossos sites. Como você verá neste artigo, Gutenberg é o editor padrão das versões posteriores ou iguais ao WordPress 5.0. Por isso, é importante se atualizar o quanto antes para este editor.

Além disso, o editor clássico também será descontinuado em 2022. Portanto, é uma excelente hora de começar a aprender a utilizar este editor.

O que é Gutenberg?

O sistema recebeu o nome de Johannes Gutenberg, o inventor da prensa de impressão há mais de 500 anos atrás.

Este editor substituiu o editor TinyMCE como o editor padrão WordPress em 6 de dezembro de 2018, quando a versão 5.0 WordPress foi finalmente lançada. Apesar da maioria dos usuários do WordPress já estarem acostumados a usar o Editor clássico, a equipe de desenvolvimento decidiu modificar o editor padrão.

O objetivo do novo editor é tornar a produção de conteúdo mais fácil, especialmente para aqueles que estão iniciando no WordPress. Como você verá, o editor Gutenberg utiliza o conceitos de “blocos” em toda sua utilização.

Com o editor, a experiência é muito mais fácil e também é capaz de usar muito mais as ferramentas, ajudando a exibir seu conteúdo exatamente como você deseja, dentro dos limites do design do site. Em vez de apenas texto, imagens e o shortcode no editor de conteúdo, tudo está agora em ‘blocos’ e estes blocos oferecem muito mais, como reutiliza-los.

Como funciona o editor Gutenberg

Como dito anteriormente, para criar, formatar e criar estilo ao conteúdo, Gutenberg usa blocos.

É feito para ser intuitivo, fácil de se utilizar e de se reutilizar, e para deixar os usuários criar qualquer fragmento de conteúdo em blocos, dando mais liberdade para editores.

Qualquer pedaço de conteúdo pode ser um bloco: um parágrafo de texto, uma imagem, um botão, um vídeo, um widget, um trecho de código, etc.

Blocos de conteúdo de Gutenberg

Gutenberg integra vários blocos pré-definidos. Muitos podem ser adicionados facilmente através de plugins de terceiros.

Através do menu acima, você poderá criar blocos, reorganizá-los e colocá-los em qualquer lugar do site. São diversos tipos de blocos para inserir.

Cada bloco atua de maneira independente, e você pode modifica-los separadamente entre outros blocos. Inclusive, você poderá configurar cores de fundo, cor dos textos. Tudo isso de forma de independente dos outros blocos.

 

Utilizando blocos reutilizáveis

Uma excelente funcionalidade disponível no Gutenberg é que ele permite que você salve seus blocos e reutilizá-los em algum outro momento, mesmo em um site de domínio diferente.

Você pode criar seu próprio tipo de bloco, salvar o conteúdo, e reutilizá-lo sempre e onde você precisar.

Por exemplo, se houver uma chamada pra ação ou oferta que você quer repetir em determinados artigos ou página, você pode reutilizar facilmente com este recurso.

Para salvar um bloco para reutilização posterior, na barra de ferramentas bloco clique no primeiro botão da direita. Parecem três pontos verticais. Em seguida, a partir do menu que irá aparecer, selecione a opção Adicionar a blocos reutilizáveis.

Como instalar o editor

Todas as instalações do WordPress acima da versão 5.0, já vem com o editor Gutenberg instalado de forma nativa. Isso significa que fazer uma instalação do WordPress atual ou atualizar o seu site em WordPress, já virá com o editor instalado e configurado para usar.

No entanto, é possível que você possa instalar o editor Gutenberg sem necessariamente ter versão mais recente do WordPress. Você pode baixar a última versão de Gutenberg a partir do repositório WordPress ou procurando-o dentro do menu de Plugins.

Caso você trabalhe com uma versão muito antiga do WordPress, recomendo que faça um backup completo da sua aplicação.

Vantagens e desvantagens do Gutenberg

Há muita discussão entre os prós e contras utilizar o Gutenberg. Cada usuário do WordPress tem suas próprias razões para gostar ou não dele. No entanto, vamos resumir alguns dos potenciais prós e contras do novo editor.

Vantagens

Há muita empolgação entre os novos usuários do WordPress e também aqueles que são acostumados com plugins construtores de página. As vantagens destacadas são:

  • Tornar o processo de criação de conteúdo mais intuitivo e mais fácil para iniciantes.
  • Ajudá-lo a ver o seu conteúdo em um formato mais próximo do que ele irá ficar para seus visitantes
  • Unificar a experiência de criação de conteúdo eliminando a necessidade de códigos de acesso separados.
  • Mais opções para personalizar seu conteúdo, através de uma variedade de elementos discretos.
  • Eliminar a necessidade de instalar um plugin de construtor de páginas separado.

Desvantagens

No entanto, aqueles que estão preocupados com a utilização do Gutenberg dizem que:

  • Curva de aprendizado maior para usuários acostumados com o editor clássico
  • Poderá haver conflitos com temas e plugins existentes, e pode até quebrar certos sites, principalmente temas que não estão sendo atualizados.
  • Ele não está pronto para ser feito uma parte da plataforma principal, e deve ser mantido como um plugin separado para o futuro previsível.
  • Não importa o que, no entanto, Gutenberg será feita uma parte do WordPress com a próxima grande atualização. Isso significa que, independentemente de suas inclinações pessoais sobre se é uma mudança necessária, você deve, pelo menos, estar preparado.

Conclusão

Trabalhar com o editor Gutenberg é essencial para quem deseja continuar a produzir conteúdos para seus sites.

Mesmo que o editor clássico esteja disponível em formato de plugins, ele não será atualizado com novas features, e a equipe de desenvolvimento só irá trabalhar para corrigir eventuais falhas até o ano 2022. Logo após, não haverá mais suporte para o antigo editor.

 

Sobre o autor

Rodrigo Macedo

Rodrigo Macedo é empreendedor, trabalha desenvolvendo sites há mais de 10 anos. Trabalhou como analista e desenvolvedor de software em diversas empresas.

É o instrutor do treinamento WP Samurai e proprietário/fundador da Wisebits.

Deixe um comentário